Secretaria da Educação destina meio milhão de reais para fortalecimento da Uneal

Recursos serão usados em ações para melhoria do ensino, pesquisa e extensão, incluindo a compra de livros


Os cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) iniciam o ano com o aporte de R$ 500 mil provenientes da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Com o investimento, será possível realizar a compra de livros relacionados às ementas básicas e suplementares das graduações, dos referenciais dos projetos de pesquisas e programas de apoio à pesquisa, ensino e extensão, além da aquisição de obras que garantam suporte teórico aos núcleos de pesquisa na Uneal.

Por meio de processo seletivo interno, serão analisadas propostas elaboradas pelos docentes da instituição que visem à melhoria dos cursos e, consequentemente, contribuam com o fortalecimento do ensino, da pesquisa e da extensão. Para cada proposta selecionada, será repassado o valor de até R$ 15 mil, exceto aos cursos de Letras por apresentarem mais de uma habilitação. Para estes, serão destinados R$ 30 mil e para o curso Stricto Sensu será destinado o valor de R$ 20 mil.

O secretário da Educação, Fábio Guedes, destaca a importância da parceria. “É a primeira vez que a Secretaria de Estado da Educação usa recursos de seu orçamento para uma ação importante e estratégica na Universidade Estadual. Esse é um passo extraordinário, pois a Uneal é uma instituição pública formadora de quadros qualificados em licenciaturas, e investir recursos em equipamentos, bibliotecas e na pós-graduação permite a seus egressos serem ainda melhor qualificados para contribuir com a educação no estado”, avaliou.

Melhor qualificação – A destinação de recursos financeiros da Seduc para a Uneal foi celebrada pela gestão e também pela comunidade acadêmica da universidade. “Nós, da Uneal, estamos felizes e gratos com a consolidação dessa parceria com a Secretaria de Estado da Educação. Temos dialogado com o secretário Fábio Guedes e temos convicção de que continuaremos a avançar em diversas frentes”, afirmou o reitor da Uneal, professor doutor Odilon Máximo.

Máximo falou sobre como será a distribuição dos recursos. “Nossa prioridade é atender cada um dos cursos dos nossos seis campi e, assim, garantir que nossos estudantes, inclusive aqueles vinculados aos nossos programas especiais, tenham acesso a obras das bibliografias obrigatória e complementar. Com isso, elevamos a qualidade das graduações, bem como a formação dos nossos graduandos e pós-graduandos. O resultado desse investimento é a melhoria do Índice Geral dos Cursos (IGC) e, portanto, da avaliação da Universidade como um todo”, explicou o reitor.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: