Messi teve estreia “histórica” no PSG em partida contra o Reims; Mbappé brilhou com dois gols da vitória

Mesmo sem ter sido brilhante nos quase 30 minutos que ficou em campo, o argentino Lionel Messi foi o rei da noite de domingo (29) em Reims, onde foi consagrado pelos torcedores em sua estreia pelo Paris Saint-Germain, afirma aimprensa francesa. Mbappé fez os dois gols da vitória sobre o Reims e dividiu o brilho da noite com o craque argentino.

Os torcedores estavam ávidos para ver a nova aquisição do PSG em campo. No anúncio dos nomes dos integrantes da equipe, o nome do argentino foi dito por último, acendendo o público, que lotou o estádio Auguste-Delaune, que tem capacidade de 20.525 estactadores, conta o diário Le Figaro. Para Le Monde, foi uma efervescência inédita.

“Há dois dias se fala de Reims no mundo todo, poderíamos ter enchido até cinco vezes mais a capacidade do estádio. Isso nunca se viu”, disse o diretor do Reims, Mathieu Lacour ao vespertino francês.

Os flashs pipocavam em direção do banco, onde Messi estava sentado ao lado do compatriota Leandro Paredes.

Messi no lugar do amigo Neymar 

Quando Messi entrou em campo vestido com a camisa 30 do PSG, a torcida pegou fogo. Isso foi aos 66 minutos, no lugar do amigo Neymar, “com quem formou um duo produtivo durante quatro temporadas no Barcelona”, de 2013 a 2017, continua Le Figaro.

Mas a noite foi também do jovem Kylian Mbappé, que aos 78 minutos, marcou o segundo gol que selou a vitória dos parisienses.

O craque argentino, ovaciona e alvo de todos os olhares, teve uma estreia discreta, mas a data ficará na história, eternamente, escreve o diário L’Équipe.  Quem foi o melhor jogador em campo? “Mbappé, evidentemente”, diz o jornal esportivo. “Com dois gols, um deles de cabeça, Mbappé mais uma vez fez a diferença”. Já Neymar, que também fez seu retorno aos gramados, pareceu fora de forma, tocou pouco na bola e não fez a diferença. Por isso,  e recebeu nota 4 do L’Équipe. 

Neymar saiu de campo para a entrada de Messi, frustrando a expectitva de ver o trio já batizado de MNM atuando junto. Por isso, Le Figaro lembra que essa pode ter sido a primeira e última partida de Messi e Mbappé juntos pelo PSG, já que o francês, cobiçado pelo Real Madrid, pode deixar o clube até o final do mercado de transferências, que termina nesta terça-feira. 

Em campo, os dois craques se procuravam e tentavam combinar. Dado o apito final, os dois jogadores se abraçaram fortemente, antes de se juntar aos outros colegas. Vários jogadores do Reims tentaram trocar de camisa com Messi, mas este recusou educadamente.

Fonte: RFI/MSN

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: