Prefeito em exercício, Ronaldo Lessa vai à Câmara e anuncia que Maceió terá sub-prefeituras

A sessão ordinária híbrida da Câmara Municipal de Maceió, desta terça-feira, contou com a presença do prefeito em exercício de Maceió, Ronaldo Lessa (PDT). Convidado pelo vice-presidente da casa, vereador Luciano Marinho (MDB), ele agradeceu o apoio dos vereadores, enalteceu o apoio político ao prefeito JHC (PSB) e defendeu o direito legítimo de que os vereadores possam divergir como algo fundamental para a democracia.

O presidente do legislativo municipal, vereador Galba Netto (MDB) destacou que o fato de Ronaldo ter em sua “bagagem política” experiência desde o legislativo municipal, passando pelo executivo e chegando até o Governo do Estado, vai contribuir de forma decisiva para a gestão do prefeito JHC (PSB). 

“Termos o privilégio ouvi-lo e entender toda essa dinâmica do que já passou a nossa cidade, da grandeza, do amadurecimento que representa e suas ações trazem para a tual administração faz com que nos sintamos seguros e satisfeitos, mas que logicamente não nos acomoda. Temos um parlamento muito dinâmico e propositivo e que busca informações e que vai se colocar de forma direta, mas para ajudar”, disse Galba ao defender o desenvolvimento e qualidade vida para o maceioense. 

Para o vice-presidente da casa, vereador Luciano Marinho, é muito positivo para a cidade que num momento tão delicado do país e de Maceió por conta da pandemia contar com uma figura política com o perfil e a experiência do vice-prefeito é algo de destaque.

“Associa-se a juventude, inteligência e dinamismo do prefeito JHC a sua experiência como prefeito, governador e deputado federal não tenho dúvidas de que tudo isso trará muitos avanços de políticas públicas para nossa cidade”, afirmou Luciano. 

Mudanças


Ronaldo revelou também que o prefeito JHC deve adotar o modelo de gestão com sub-prefeituras. Disse que o levantemento de informações já começou, tanto que foi à São Paulo para ver a dinâmica de funcionamento na cidade que conta com 31 sub-prefeituras para cada grupo de 300 mil habitantes. 

“O prefeito quer criar as sub-prefeituras. Em São paulo são 31 para um universo de 300 mil pessoas. Ele quer criar mas esse ano será complicado por causa da questão do próprio orçamento, mas é algo que ele já havia colocado na campanha. A outra questão que também fui verificar na capital paulista é a dos mercados e o abastecimento”, destacou Ronaldo. 

Segundo Ronaldo um outro tema que o prefeito irá se dedicar em breve é quanto a reforma administrativa que deverá tornar a máquina pública mais leve e ainda mais ágil. 

“As próprias reformas o prefeito me disse que vai reorganizar a administração, mas vai ter que criar uma comissão que discuta, agora, o que está funcionando bem ou não. Quais as secretarias que estão funcionando bem, as que não estão, as que estão com divergência”, explicou o vice-prefeito em exercício. 

Em ambos os casos Ronaldo Lessa destacou que é fundamental que os vereadores comecem a refletir para que contribuam com o debate e ajudarem a gestão a construir o seu próprio modelo para administrar a cidade. 

Fonte: Ascom Câmara

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: